Segundo os antropólogos, não existe sociedade humana que não cozinhe, que não  transforme os seus alimentos.

Cozinhar é a escolha que cria a diferença entre o que a natureza oferece e o que eu como.

A comida traz para nós:

  • História
  • Memória
  • Pertencimento a um grupo.
  • Comer é pertencer

Cozinhar é uma atividade que nos define como seres humanos. A cozinha é o ponto de articulação entre o que chamamos de natureza e o que chamamos de cultura.

(Diez Garcia, Antropologia e Nutrição: um diálogo possível)